{Comidas} sobre o foie gras

 

Fiquemos com as lagostas, do conto “Caçadas”, de Vento Sul, por Vilma Arêas

Caçadas

“Nos tanques, abandonada à própria sorte e também atormentada pela fome, a lagosta vai pouco a pouco se devorando pelas entranhas.” (p. 59)

E pensemos um pouco mais.

ARÊAS, Vilma. Vento sul: ficções. São Paulo: Companhia das Letras, 2011

 

Anúncios

2 Comments Add yours

  1. Victor Fisch diz:

    Bela frase!

    *Victor Fisch* fischvictor@gmail.com +55 11 9 8558 7795 http://www.trapezio.art.br

Deixe um comentário! =)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s