Impressões sobre o café Yaguara e a vontade de brincar.

Eu comentei que estava trazendo o Café Yaguara para o Café da Casa nesse post aqui. Só que o tempo se desenrolou diferente, tivemos desencontros na entrega e, quando a caixinha com quase 10 quilos de café finalmente chegou, eu já não estava tocando a cafeteria.

Resolvi, então, ficar com os pacotinhos do café Yaguara cá comigo, em casa, e queria, pois sim, dar a minha impressão a respeito dele.

Eu pedi a torra mais clara para experimentar, porque quando eu tive o primeiro contato com esse café de sombra – lá na Semana do Queijo Artesanal em 2014 – provei um grão fermentado (por 48 ou 72 horas, já não me lembro) em uma torra que não era a da própria fazenda Várzea da Onça e sim da Isabela Raposeiras, lá do Coffee Lab. Clara e super saborosa.

Pois então.

Pois então que a Tatiana Peebles, responsável pela fazenda, me especificou que a torra escura deles estava maravilhosa e era inesquecível e eu tinha que provar. Lembrando que o tratamento do Café lá na Várzea da Onça foi (e acredito que ainda seja) acompanhada por um consultor e mestre de torras, o Ensei Neto.

Quando a caixinha chegou eu fui logo provando a torra mais clara (que na verdade é média), porque era a que eu tinha pedido mesmo e estava super ansiosa. Como o café que eu trabalhava na cafeteria tinha uma acidez muito pronunciada, as torras mais claras são mais que suficientes para destacar o seu sabor altamente complexo e era a torra que eu estava mais acostumada.

Torra Média

Pois então, eu provei a torra média primeiro. A torra média do café Yaguara, quando extraído pelo método coado, na Hario V60, tem corpo suave e arredondado, com doçura mais pronunciada e leve acidez.

Eu não sou nenhuma especialista, mas para mim ele lembra flor de jasmim e laranjeira. Na embalagem eles dizem que remete a canela e mel. É de fato um café extremamente delicado e com uma percepção palatável super agradável. Senti, nesse café, um pouco a falta de corpo mais pronunciado e o gosto mais persistente. Ainda assim me enchi de alegria e não consegui tomar mais nada em casa.

Só que o pacotinho acabou. E aí eu fui experimentar a torra escura.

Torra Escura

Não foi, como vocês viram, minha primeira escolha a de provar essa torra. Mas a Tatiana me mandou um – um único, infelizmente – pacotinho de Yaguara Torra Escura para que eu pudesse conhecer.

E eu caí de joelhos.

Um café de paladar agradabilíssimo, mais encorpado e muito, muito doce. Lembra chocolate – MESMO – e talvez avelã, não sei. Na embalagem eles mencionam frutas secas. Penso em damasco seco. Hmm…

Talvez por ter passado tanto tempo com o paladar aguçado para os cafés ácidos produzidos no Sul de Minas, a torra escura de um café de sombra pernambucano com tão baixa acidez tenha feito os meus parafusinhos se soltarem e a minha cabeça soltar fumaça.

Conclusão

Eu me afastei da Cafeteria mas não consegui parar de pensar que um blend do Frutado da Unique com um Torra Escura da Yaguara dariam um samba. Um samba lindo. Doce, complexo, persistente e divertido.

Mas eu não entendo muito disso. E não consegui testar, porque os cafés da Unique estavam e ficaram na cafeteriazinha.  E os da Yaguara estavam aqui comigo. Problemas de logística, sabe?

Mas, a verdade é que me deu vontade de brincar com esses grãos tão diferentes, que dão resultados tão diversos e sensações tão maravilhosas na boca da gente.

Café é isso. 

E, então, para terminar, fiquem aí com um vídeo querido da Isabela Raposeiras explicando como é que criar um blend pode ser lindo e simples e caseiro. E é só ter vontade e ousadia para fazer o café com a sua cara, o seu gosto, do seu jeito.

Onde encontrar o Café Yaguara?

Online: Loja Vitual Café Yaguara 

Em São Paulo: Mercearia Mestre Queijeiro
Rua Simão Alvares 112, Pinheiros, São Paulo, SP – Telefone +55 11 2369 1087 contato@mestrequeijeiro.com.br

Imagens: Do-design-s; Yaguara

_________

Lulups nunca fez um blend próprio. A-i-n-d-a.

Anúncios

Deixe um comentário! =)

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s